Authors Posts by .

.

15478 POSTS 2 Comentários

0

As chamas foram detetadas pela Equipa de Combate de Incêndios Florestais dos Bombeiros Voluntários Madeirenses (BVM) e os Bombeiros Municipais de Santa Cruz reforçaram o contingente com oito elementos, totalizando 12 bombeiros no total.

O fogo deflagrou no sítio das Carreiras, na Camacha, ontem, pelas 21.45 horas, tendo estado envolvidas quatro viaturas. Numa zona onde imperavam o mato e a carqueja, ainda foram necessárias quatro horas para extinguir de vez o incêndio já que a fase de rescaldo foi também algo demorada.

0

Pedro Mota / Vice-presidente do Nacional

Em primeiro lugar o mais importante: Natação: estafeta feminina do Nacional bate Recorde de Portugal

Na última competição da época realizada na Madeira (Torneio de Encerramento) a equipa de natação do Nacional cometeu a maior proeza do ano ao obter um recorde de Portugal para a prova dos 4×100 metros estilos, em juvenis femininos.

A estafeta alvi-negra foi composta por Vera Aguilar, que nadou os 100 metros costas (1.08.60), Laura Abreu que nadou os 100 metros bruços (1.13.26), Beatriz Rosa que fez o hectómetro a mariposa (1.05.30) e Ana Viveiros que encerrou a crawl (1.04.86), totalizando 4.31.86, quando o anterior Recorde Nacional cifrava-se em 4.33.40.

Ora, eu que mal sei nadar e sempre pratiquei desportos colectivos nos quais podemos passar a bola ao colega de equipa quando estamos cansados (ou quando não sabemos o que fazer com ela!), desafio todos os leitores a imaginar um dia destas atletas juvenis (!) com treinos bi-diários e provas extenuantes.

É obra também do Nacional e da sua Natação, modalidade que tem longa tradição no Clube em competição ininterrupta desde pelo menos 1923.

“Quando um dia o pequeno Luís de Matos se lançou na aventura de percorrer a nado o espaço entre o Cais da Cidade e as Escadas Brancas no Molhe da Pontinha, a proeza daquele minúsculo nadador nacionalista teve foros de grande acontecimento no nosso meio desportivo…Devemos depois, em 1923, a Vasco Figueira, ao seu espírito empreendedor e à sua tenacidade, o impulso decisivo que veio abrir caminho a uma larga prática dos desportos náuticos, realizando-se competições que marcaram pelo elevado cunho de aperfeiçoamento e preparação dos nossos atletas, a que deu valiosa cooperação Eduardo Dória Nóbrega que conjugava a dupla qualidade de bom atleta e bem orientado dirigente” – in Edição Bodas de Ouro CD Nacional – 1960.

Fica aqui a homenagem aos citados no desenvolvimento desta modalidade quase centenária do Nacional.

Passando ao segundo ponto: está quase a começar a época de futebol 2015/2016. Os desejos são os mesmos dos anos anteriores: um campeonato equilibrado e com o foco no primeiro terço da tabela de forma a ser mais uma vez a melhor equipa da Madeira. Nas últimas 5 (cinco) épocas só por uma vez isso não aconteceu, em 2011/2012.

 

0

Um incêndio na zona do Pico, no Campanário, marcou a tarde deste domingo.

O alerta foi dado às 17.15, tendo o fogo deflagrado numa zona agrícola e longe de residências.

Os cinco elementos dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Brava acompanhados por duas viaturas controlaram e extinguiram rapidamente o fogo.

0

As informações disponibilizadas pelos Bombeiros Voluntários Madeirenses  (BVM) dão conta de que “a senhora não era vista pela família há algum tempo” daí que tenha sido necessária a ida de dois elementos da corporação à residência onde vivia a mulher, situada na Rua das Murteiras, no Funchal.

O alerta foi dado às 20.50 horas do último sábado, tendo a Polícia de Segurança Pública acompanhado o caso.

Na tentativa de entrada em casa com outra chave, o bloqueio da porta deixou antever que poderia estar uma chave no interior, tendo então sido forçada a entrada.

Segundo os BVM, a mulher estava no interior da residência sob o efeito de medicação e tinha se esquecido de retirar a chave da porta…

Tudo terminou da melhor forma e a senhora, segundos nos disseram, está bem de saúde.

0

Um incêndio com alguma dimensão, junto à casa da Guarda Florestal no Beco dos Namorados, no Jardim da Serra, mobilizou oito bombeiros e quatro viaturas durante quase oito horas.

O alerta foi dado para o quartel dos Bombeiros Voluntários de Câmara de Lobos às 04.45 horas, tendo o fogo sido combatido até ao final do manhã já que a chegada ao quartel aconteceu pelas 12.40 horas.

As chamas deflagraram na mesma zona onde há cerca de três anos houve um incêndio de grande dimensão naquela zona turística do concelho de Câmara de Lobos.

0

O eventual desaparecimento tinha acontecido entre o Pico Jorge e a Encumeada. “Um homem com 60 anos está desaparecido”, comunicaram os amigos que tinham ido em grupo passear pelas serras. O aviso foi dado às 17.48 horas deste sábado e acionou de imediato os meios de emergência.

Os Bombeiros Voluntários da Ribeira, com três elementos, e a Polícia de Segurança Pública partiram de logo para o terreno e ao fim de mais de uma hora de buscas, o guia avisava que, afinal, o homem não estava desaparecido mas tinha decidido regressar sozinho do passeio encontrando-se já na residencial a descansar.

0

O alerta foi dado às 03.15 horas e nos seguintes termos: “O gato entrou dentro de casa. A senhora está com crianças!”

Cumprindo o dever de respeito pelos munícipes, os Bombeiros Municipais do Funchal saíram do quartel com destino à Rua da Conceição, em Santa Luzia, numa viatura com dois elementos.

Chegados ao local…o gato já tinha saído de casa!

0

Depois de na parte da manhã ter havido um despiste de mota na Rua Nova da Ribeira João Gomes, à tarde, pelas 15 horas, aconteceu novo despiste de um motociclo, desta feita na Avenida Calouste Gulbenkian, em frente ao Centro Comercial Dolce Vita, no Funchal.

Agora o acidentado foi um jovem com 22 anos que ficou com escoriações na perna esquerda, membro inferior que teve mesmo de ser imobilizado. Os Bombeiros Municipais do Funchal fizeram o transporte para o Hospital Dr. Nélio Mendonça.

0

Um menino com oito anos calculou mal um mergulho numa das piscinas naturais da Doca do Cavacas, no Funchal, bateu com a cabeça no fundo e teve de ser transportado pelos Bombeiros Municipais do Funchal para o hospital.

O incidente aconteceu às 11.30 horas desta sexta-feira e apesar de o rapaz ter estado sempre consciente e visivelmente apenas ter um corte no coro cabeludo, a pancada obriga a que tenha de receber acompanhamento médico daí a ida para o Hospital Dr. Nélio Mendonça de forma a ser observado.

0

Um sinal STOP mal calculado no cruzamento das Courelas, em Santo António, originou esta sexta-feira, pelas 15 horas, um acidente de viação que resultou em três feridos, todas mulheres, entre os 30 e os 40 anos.

Num veículo seguiam duas mulheres, sendo que a condutora estava grávida, e no outro apenas seguia a condutora, esta que embateu com violência na direita do outro carro, tendo atingido a porta do passageiro que acabou por ser o ferido com maior gravidade.

Depois do embate, o passageiro, uma mulher com 40 anos, não se conseguia mexer e teve mesmo de ser desencarcerada por uma equipa dos Bombeiros Municipais do Funchal (BMF), tendo depois sido transportada pelos Bombeiros Voluntários Madeirenses (BVM) para o Hospital Dr. Nélio Mendonça imobilizada e com colar cervical. As queixas maiores eram no peito e num ombro.

A condutora desta viatura era uma mulher grávida que só sofreu ferimentos ligeiros, mas estava, segundo informações dos BMF, num estado exaltado, possivelmente com um ataque de pânico. Já a condutora do outro veículo tinha também queixas num ombro e no peito.

As três mulheres foram transportadas para o Hospital Dr. Nélio Mendonça para serem observadas. Tendo em conta que foi um acidente com três feridos, estiveram três ambulâncias no local (uma dos BVM e duas dos BMF) e outras duas viaturas, num total de 14 bombeiros envolvidos.