A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Madeira, com o apoio de peritos informáticos da Unidade de Perícias Informáticas e Tecnológicas da PJ, identificou e deteve, em flagrante delito, um homem, de 52 anos de idade, pela presumível prática do crime de pornografia de menores agravado.

“No âmbito da partilha de informação estabelecida com entidades internacionais ligadas ao combate à pornografia infantil, bem como na sequência de uma ação de monotorização levada a cabo pela Polícia Judiciária, foram sinalizadas atividades suspeitas de indiciar a prática de crimes de pornografia de menores em ambiente digital, relacionadas com um indivíduo residente na Madeira.

Desenvolvidas diligências de investigação, nomeadamente a identificação do suspeito e busca domiciliária, realizada ontem, no concelho de Santa Cruz, foram apreendidos diversos suportes informáticos, contendo cerca de uma centena de ficheiros de imagem e vídeo Santa Cruz, relativos a pornografia infantil.

O detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas”, informou há pouco a Polícia Judiciária em comunicado.

Artigos semelhantes

0 Comentários

Dê a sua opinião sobre este artigo