O presidente do Governo Regional disse hoje que no início da semana havia 70 cadeias de transmissão ativas e que agora são mais de 120, por isso voltou a garantir que as medidas anunciadas são as mais adequadas.

“Isto não é uma brincadeira! É uma coisa muito séria! Se a pandemia está em expansão, a minha obrigação é fazer tudo para impedir que isso aconteça. Se os números aumentarem podemos perder o controlo das cadeias ativas e isso não queremos. Farei tudo o que for possível dentro da legalidade e dentro dos princípios do bom senso”, assegurou esta tarde Miguel Albuquerque.